Redescobrir a oração

A vida sobrenatural
12 de junho de 2019
A defesa da Santíssima Eucaristia
21 de junho de 2019

 

 

Redescobrir a oração

 

Por Pe. Frei Marcelo Aquino, O. Carm.

 

Na busca do progresso espiritual é necessário fazer a nossa parte e não ficar somente esperando que Deus faça tudo. E fazer a nossa parte aqui, significa se empenhar para alcançar o progresso espiritual cada vez mais elevado, sermos realmente ambiciosos neste sentido.

A vida interior dos cristãos está relegada a segundo plano, na verdade muitos não têm nem noção dessa área da vida espiritual, por isso não buscam resolver esse problema que interfere na condução da vida espiritual.

A busca de uma vida interior mais profunda acaba por nos introduzir num verdadeiro apaixonar-se pelas coisas que fazem bem a nossa alma e favorecem a vida de intimidade com Deus, nossa intimidade com Deus está muito aquém do esperado, precisa e muito progredir.

Nesse sentido é preciso redescobrir a importância da vida de oração pessoal, pois, muitos se contentam em rezar tão somente quando estão na missa, achando que isso basta, quando na verdade o apetite pela oração deve ser sempre instigado, para podermos alcançar o cume da intimidade com Deus, pois, a oração favorece o diálogo com Deus e, portanto, deve ser “explorada” para o próprio bem de quem a busca.

Para isso redescobrir o valor da oração é de capital importância. A vida de oração pessoa rega a alma e produzir o vigor que ela precisa para poder fazer o corpo buscar a Deus, na medida em que mais nos empenhamos na busca de uma vida de oração mais profunda e mais frutuosa, mas sentimos sede de Deus, e essa sede nos coloca em comunhão com o amado de nossa alma.

A intimidade com Deus se consegue por meio da busca assídua da vida interior, quando tomamos gosto pela oração e a concebemos como algo vital para nossas almas, começamos a colher os frutos desta ação.

O que dificulta muito o progresso da vida interior, é o ativismo religioso, explico o ativismo religioso, como todo tipo de ativismo, não é saudável para a alma, pois, impele o fiel a fazer das causas da religião um campo de batalha, sem, contudo, preparar o espirito, o “soldado” está aparentemente preparado, mas, na verdade permanece vazio de virtudes que nos elevam as alturas celestes.

Outro problema na busca da vida interior é o pensar que apenas as leituras espirituais, ou até mesmo sobre a história da Igreja é o suficiente para poder alcançar o patamar do equilíbrio espiritual que nossa alma deseja para estar em intima união com Deus.

Isso não significa que a leitura espiritual seja dispensável, absolutamente, ela é necessária para nos ajudar em vários sentidos, inclusive no cultivo de pensamentos santos, pois às histórias dos santos vão se internalizando em nossa mente e vamos caminhando para o progresso espiritual, na imitação da vida dos santos.

No entanto, os fiéis devem fazer boas escolhas na hora de ler escritos espirituais, deve evitar ler escritos de teólogos que fora silenciados pela Igreja e muito mais, os que foram excomungados. Os escritos dos padres da Igreja são muito importantes neste quesito.

O cultivo do silêncio é de salutar importância para quem deseja progredir na vida de oração pessoal. Neste tempo em que a sociedade moderna repudia cada vez mais o silêncio e fomenta a busca dos barulhos que não nos diz nada, mas nos mergulha em confusão mental.

Que o penitente busque sempre ter sede de Deus, sede de oração, que nossas práticas de piedade cristã sejam cada vez mais arraigadas na alma, para que fortalecida esta pela oração, possa nos impelir cada vez mais ao encontro de Deus.

 

 

 

3 Comentários

  1. Janaina Lucia disse:

    Excelente texto!!!
    Minha alma tem uma santa ansiedade de Deus!!! Me alegrei, ri e me emocionei, Deus fala!

  2. Frei Mário, OC disse:

    Meu confrade, como esse texto me ajudou nesse momento. Pérolas divinas! Deus fala por ti! Obrigado por ser boca de Deus! Grande abraço e te amo meu irmão! Sua benção!

  3. Marbia disse:

    Muito interessante, padre. Digno de reflexão. Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *